O comércio eletrônico brasileiro alcançou a marca de 1,49 bilhão de acessos em fevereiro, número que representa um aumento de 21% em comparação ao mesmo período do ano anterior. A informação é do Relatório E-commerce no Brasil, desenvolvido pela Conversion.

O estudo possui frequência mensal e analisa o tráfego dos 200 maiores sites do Brasil em 15 setores.

Dos segmentos analisados, dez tiveram aumento de mais de 10% no YoY (Year over Year), como Farmácia & Saúde, com alta de 85,70%, Pet (78,29%), Comidas & Bebidas (53,37%), Casa & Móveis (51,89%), Moda (36,6%), Educação (31,32%), e Eletrônicos e Eletrodomésticos (25,77%).

Os setores de Turismo e Infantil tiveram queda de 23,25% e 10,95%, respectivamente, comparado ao ano anterior. No comparativo mensal com janeiro, todos os setores recuaram.

O segmento de Farmácia & Saúde liderou o ranking de setores com maior crescimento (+86%) no pós-pandemia (fevereiro/21 vs. fevereiro/20) e também no comparativo anual.

Comércio eletrônico no celular

Em fevereiro, o mobile foi o meio preferido pelos consumidores para acessar os e-commerces, registrando 66,2% das visitas totais.

O levantamento ainda mostra que dados relacionados a fontes de tráfego, como canal de busca (orgânico e pago), possuem a maior parcela do tráfego (59%), evidenciando a importância de as marcas estarem bem posicionadas nos buscadores.

Fonte: E-Commerce Brasil

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário