Warning: Declaration of ES_Text_Diff_Renderer::_lines($lines, $prefix, $class) should be compatible with Text_Diff_Renderer::_lines($lines, $prefix = ' ') in /home/w3alpha/www/tecnologia/wp-content/plugins/exploit-scanner/exploit-scanner.php on line 834
Arquivos alunos - W3alpha Tecnologia

alunos

Professor analógico e escola digital

size_590_aluno-sao-caetano-do-sul2

Alunos usam computadores em escola de São Caetano do Sul

 

A ideia de “professores analógicos” em escolas com “alunos digitais” sempre volta à tona quando o debate é a chegada da tecnologia na sala de aula.
A diferença de gerações é essencial nessa relação, mas há uma crise que cabe principalmente ao poder público resolver: a formação dos docentes ainda não contempla essa nova realidade e desafios.

As lacunas de formação que faz com que professores cheguem às escolas já defasados em relação ao uso da tecnologia são sentidas pelas secretarias de Educação.

“Graduações e licenciaturas atualmente em seu currículo tratam a tecnologia e seus recursos de maneira superficial, pois a formação desses profissionais dá-se a partir de embasamentos teóricos, não relacionando a prática com a real função das tecnologias na educação”, diz a presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação, Maria Nilene da Costa.

A educadora ressalta que a presença de recursos digitais vem avançando nas escolas do País, com projetos do Ministério da Educação (MEC) e também das esferas estaduais – o que pressiona o professor. “O docente que está iniciando a carreira ainda se depara com dificuldades de inserir o uso das tecnologias e recursos midiáticos de maneira interdisciplinar, reproduzindo ainda as aulas tradicionais.”

O maior desafio para a presidente da União Nacionais dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Cleusa Repulho, é incorporar a tecnologia desde a formação inicial.

“A tecnologia não está integradas nas faculdades e na sala de aula, é notória a angústia dos professores”, diz ela. “O segredo é fazer com que todos os professores entendam que isso é importante.” Cleusa lembra que cabe ao MEC induzir políticas públicas.

Fonte: Exame.com

Aakash: Tablet mais barato do mundo

india_tablet_internet

A Índia lançou uma nova versão de seu tablet de baixo preço, ainda mais barato e dotado de uma unidade central mais rápida, vendido aos estudantes ao preço de 1.130 rúpias (19 dólares).
O tablet “Aakash” (céu, em hindi), considerado o mais barato do mundo, foi concebido no âmbito de uma associação entre os setores privado e público, destinado a fazer com que a tecnologia informática seja acessível aos estudantes de países onde a internet ainda é pouco desenvolvida.

Os 100.000 primeiros tablets serão vendidos primeiro aos estudantes de engenharia e o preço ao público será de 3.500 rúpias (64 dólares).

O lançamento do Aakash se inscreve no âmbito dos esforços do país para dar a um número crescente de estudantes e alunos as condições tecnológicas necessárias para estimular o rápido crescimento econômico.

Apenas um indiano em cada dez tem acesso à internet.

Na Índia, o índice de alfabetização é de 63% e está muito abaixo do registrado em outros países em desenvolvimento, como a China, com um índice de 94%, e sofre com um sistema educacional anárquico devido à falta de investimentos e professores.

Fonte: IG