3 – Autogerenciamento

Estamos vivendo em uma era em que um estagiário tem o mesmo acesso ao conhecimento do mundo que o CEO da empresa.
 
Onde veremos o surgimento de um número crescente de organizações remotas.
 
Onde já vemos empresas como a Netflix substituindo as tradicionais políticas de despesas por uma simples frase: “Aja com o melhor dos interesses da empresa.”
 
Onde vemos a própria Netflix e empresas como a Auttomatic deixando para o funcionário a decisão de quantos dias vai tirar de férias no ano…
 
Onde você é o responsável pelas suas escolhas. E que as empresas e líderes estarão envolvidos em tantos desafios precisarão contar com profissionais com a capacidade de trabalhar com muito pouco ou quase nenhum supervisionamento.
 
… Profissionais que sabem gerenciar suas próprias atividades.
… Que sabem organizar seu próprio tempo e suas prioridades profissionais e pessoais.
… Que trabalham com metas, mas sem que ninguém precise ficar fazendo follow-up para que possa atingi-las ou superá-las.
… Responsabilidade com seu trabalho e respeito pelo tempo e atividade das outras pessoas.
… Ter uma postura pró-ativa, trazendo suas opiniões e conhecimentos, debatendo, sugerindo e criando esratégias para novas formas de operar…
 
Tornar-se um profissional que tem a capacidade de trabalhar com muito pouco ou quase nenhum supervisionamento não será diferencial. Será a regra.
 
Essa habilidade será, em muito pouco tempo, o que é esperado de qualquer profissional – independente do tamanho e do segmento da organização ou dos clientes que a sua empresa atende.
 
Tudo isso vai mexer com a forma com que líderes vão precisar operar. Profissionais autogerenciados, empresas remotas e multiculturais vão demandar um modelo de gestão e de liderança completamente diferente do que vemos hoje.
Fonte: Futuro S/A

2 – A Era do Profissional Híbrido

Os problemas de uma empresa no futuro já são e se tornarão cada vez mais complexos. Isso exigirá um novo conjunto de habilidades para os profissionais nos próximos anos.
 
Profissionais que trazem um profundo e especializado conhecimento de, pelo menos, uma área, mas que, ao mesmo tempo, tenham a capacidade de “conversar” no “idioma” de uma gama diversa de disciplinas.
 
O que veremos cada vez mais nos próximos anos é a ascensão do profissional híbrido.
 
Por exemplo: Profissionais de RH que tenham entendimento de Marketing Digital e Supply Chain. Profissionais de Marketing que entendam de Finanças & Analytics. Biólogos que entendem de Matemática e de Finanças….
 
E sem esquecer que um novo ramo de conhecimento será a base para todas as profissões nos próximos anos: conhecer bem as NOVAS TECNOLOGIAS.
 
Todas as profissões precisarão conhecer mais sobre “Digital”, porque o mundo, os negócios e os produtos nos próximos anos serão digitais. Conhece-las será tão fundamental quanto falar inglês hoje. Será essencial para fazer as conexões e se comunicar com as outras disciplinas de sua expertise.

1 – Pensamento Estratégico e Empreendedor

Nos próximos anos, tão importante quanto entregar os resultados do presente será a sua habilidade de se antecipar ao futuro. Por isso, nunca foi tão importante começar a desenvolver o seu Pensamento Estratégico e Empreendedor.
 
Primeiro, é importante esclarecer que pensamento empreendedor não significa necessariamente iniciar uma empresa. Na verdade, vai muito além disso. Significa também um modelo mental orientado em ver oportunidades e fazer as coisas acontecerem.
 
Pensar Estrategicamente é a capacidade de ver além do que aparece na sua frente – envolve ver as coisas de um outro ângulo: em como elas poderiam ser. Uma capacidade de imaginar novas respostas para os problemas. E principalmente: como fazer para chegar lá.
 
Aliar o Pensamento Empreendedor ao Pensamento Estratégico é uma combinação poderosa, que permite pensar de forma mais ampla, indo além do escopo de sua área e da sua empresa.
 
Por isso, desenvolver a habilidade de pensar de forma estratégica e empreendedora vai demandar que você…
 
fique de olho no futuro e nas tendências dentro e fora da sua indústria e área de atuação.
 
desafie o status quo, padrões e modelos mentais estabelecidos. Pense, por exemplo, como a Netflix, Salesforce ou o Cirque de Soleil desafiaram os modelos pré-concebidos em suas indútrias originais para criar novos mercados.
 
demanda tb que vc seja curioso sobre o que acontece dentro e fora da sua indústria. O “novo circo” criado pelo Cirque de Soleil trouxe conceitos de outras áreas do entretenimento. E o conceito das mensalidades da Netflix foi inspirado nas Academias de Ginástica.
 
… fique sempre atento à oportunidades para fazer mais com menos.
 
… esteja em contato constante com pessoas de outras áreas para ter outras perspectivas, ideias e conceitos.
 
… crie tempo para ler, se desenvolver e refletir sobre potenciais oportunidades não-exploradas e novas áreas de atuação.
 
E se questionar para ver se vc realmente está criando possibilidades para desenvolver essa habilidade:
 
… O quanto você se dá o direito de tentar novas abordagens, assumir riscos, errar e a aprender com esses erros?
 
… Quais são os livros e as pessoas que vc precisa conhecer para turbinar seu desenvolvimento nessa área?
 
… De quais áreas e pessoas você precisa estar mais próximo para desenvolver uma perspectiva mais ampla do negócio e atuar de forma mais estratégica?
 
…Quais serão as oportunidades que você e seu time precisam conhecer para transformar a experiência dos seus clientes?
 
… quais conhecimentos das novas tecnologias você precisa conhecer para ser capaz de identificar oportunidades e mapear necessidades de seus clientes?

12 habilidades que precisaremos desenvolver nos próximos anos

Às vezes a gente se esquece de que estamos mais próximos de 2030 do que do ano 2000. Não dá para adivinhar o futuro, mas a gente já observa mega forças que já estão fazendo essa transformação acontecer.
 
O avanço acelerado das novas tecnologias: Inteligência Artificial, Realidade Aumentada, Robótica, Realidade Virtual, Produção 3D em massa…
 
Mudanças demográficas: As pessoas vivendo cada vez mais e estendendo suas carreiras por mais tempo.
 
Mudança no eixo de poder econômico: Veremos a ascensão acelerada das economias emergentes – principalmente da Ásia.
 
O novo mundo do trabalho: profissionais e empresas que já criam formas de trabalho muito além do emprego e das organizações tradicionais.
 
Imagine agora o impacto dessas mega forças COMBINADAS nos próximos anos. Isso tudo vai gerar uma mudança bastante grande nas habilidades que vão ser demandas de todos nós.
 

Então, quais seriam as habilidades que precisamos desenvolver para dar conta dos desafios que teremos pela frente como profissionais e líderes nas organizações?

Você vai perceber que são 12 habilidades que têm o potencial de nos diferenciar das máquinas – pelo menos, no curto e no médio prazo.
 
E com a velocidade das mudanças, essa lista certamente precisará ser revisitada em breve para acompanhar a transformação que continuará a acontecer à nossa volta.
 
Mas, vamos lá: abaixo, destaco as habilidades que acredito que serão MUITO importantes para todos nós nos próximos anos…
 
É importante a gente levar em conta que não vai dar para focar seu desenvolvimento nas 12 habilidades simultaneamente – e que é improvável ser excepcional em todas elas…
 
Mas dê uma olhada nestas 12 habilidades, nos próximos artigos e reflita:
 
Quais destas habilidades você precisará focar para se preparar para o futuro e turbinar seu desenvolvimento este ano? E nos próximos 3 anos?
Fonte: Futuro S/A

Robôs substituirão os garçons em restaurante de Pequim

Nos restaurantes de hot pot da Haidilao International Holding, os robôs vão substituir os chefs e os garçons.

A maior rede de restaurantes de capital aberto da Ásia em valor de mercado está se associando à japonesa Panasonic para abrir o que as duas empresas afirmam ser o primeiro restaurante do mundo com uma cozinha totalmente automatizada em 28 de outubro, em Pequim. No novo restaurante da Haidilao, os robôs receberão pedidos e prepararão e entregarão carne crua e legumes frescos aos clientes para que sejam mergulhados em caldos preparados em suas mesas.

A automação reduzirá os custos de mão de obra e aumentará a eficiência, respaldando o plano da Haidilao de expandir a rede para até 5.000 restaurantes em todo o mundo, anunciaram as empresas. A Panasonic também fornece as baterias que alimentam os carros elétricos da Tesla.

“Pode ser difícil se expandir para esse tamanho em termos de pessoal, por isso a Haidilao está optando mais cedo por uma operação que não depende tanto de trabalho manual”, disse Jun Yamashita, diretor-gerente da Ying Hai Holding, a joint-venture com sede em Cingapura criada pela Haidilao e pela Panasonic. “É aí que entra a tecnologia da Panasonic.”

A joint venture foi criada com um investimento de US$ 20 milhões, segundo as empresas. A Haidilao tem planos de expandir gradualmente os restaurantes automatizados na China e, posteriormente, no exterior.

A Haidilao se tornou a primeira rede de restaurantes da Ásia a superar os US$ 10 bilhões em valor de mercado quando realizou sua oferta pública inicial em Hong Kong, no mês passado. A empresa conta com mais de 360 estabelecimentos em todo o mundo, inclusive no Japão, nos EUA e em Taiwan.

O bilionário presidente do conselho da rede, Zhang Yong, disse que quando criou a Haidilao, 24 anos atrás, o negócio de restaurantes tinha “séculos” de atraso. Com a tecnologia, ele decidiu administrar restaurantes mais eficientes.

Yong ressaltou o conselho que recebeu do fundador da Alibaba, Jack Ma, a respeito de como pensar o negócio: “A Haidilao não é apenas um restaurante. Nós também somos uma empresa que cuida da fabricação e da logística”, disse Zhang, em entrevista coletiva em Tóquio, na quinta-feira. “Antes de a comida ser levada à mesa, há todo um processo de fabricação. Depois disso, a parte do serviço assume o controle.”

Fonte: Exame

Coinbase continua crescendo

O mercado de criptomoedas foi um dos assuntos mais divulgados no último ano. A febre do Bitcoin — uma das muitas criptomoedas existentes — popularizou o tema por revistas, jornais impressos e televisivos e portais de notícias. Característica mais observada da moeda digital era seu valor volátil que tendia a subir consideravelmente. Embora isso desperte certa incerteza em novos investidores. Dispensando a insegurança: Coinbase, startup californiana — banco de criptomoedas, foi avaliada em US$8 bilhões.

Fundada em 2012. A Coinbase é a principal mercado de troca de moedas digitais — tendo lucros a cada operação. Atua na comercialização de Bitcoin; Bitcoin Cash; Ethereum; Litecoin e Ethereum Classic. Seu objetivo é atingir qualquer novo investidor, oferecendo o investimento por menos de US$50. Brian Armstrong, CEO da startup, diz que não estão se focados nos estouros momentâneos das criptomoedas, mas sim em construir um sistema financeiro aberto para todo o mundo.

A startup começou a dialogar com Tiger Global — uma das maiores empresa de investimentos do mundo — e negociam um investimento de 500 milhões de dólares. Obviamente em troca de acionistas, quantidade ainda não estipulada. A startup, que já foi avaliada em US$1,5 bilhões no último verão norte americano, agora alcança o marco histórico. Provocado pela negociação.

Esse ano, Coinbase cresceu rapidamente enquanto uma abertura de capital é iminente. Chris Dodds, um dos diretores do The Charles Schwab Corporation (empresa de bancos e corretagem), agora faz parte da banca de diretores da Coinbase, o que agradou bastante os acionistas.

Fonte: Tecmundo

Seu site seguro

A W3alpha informa que com nova a atualização da Google, ocorrida em janeiro de 2017 o SSL se tornou requisito obrigatório para bom desempenho dos sites.  A Google anunciou que, a partir das novas versões do Google Chrome, um aviso de “Site Suspeito” será mostrado em todos os sites que não possuírem certificados SSL. Ele irá beneficiar então sites que usam dados criptografados, o que impactará diretamente no posicionamento orgânico e desempenho.

Com a mensagem “site não seguro” aparecendo logo ao acessar o site, isto poderia deixar o seu cliente desconfiado na hora de entrar em contato com a sua empresa, afetando a sua imagem de marca e também a taxa de conversão.

A fim de de evitar este problema informamos que todos os sites sob responsabilidade da W3Alpha – Criação e Desenvolvimento de Websites, foram gratuitamente atualizados a fim de garantir o bom desempenho dos mesmos.

 

Sexta-feira 13

A Sexta-feira no dia 13 de qualquer mês é considerada popularmente como um dia de azar.

O número 13 é considerado de má sorte. Na numerologia o número 12 é considerado de algo completo, como por exemplo: 12 meses no ano, 12 tribos de Israel, 12 apóstolos de Jesus ou 12 constelações do Zodíaco. Já o 13 é considerado um número irregular, sinal de infortúnio. A sexta-feira foi o dia em que Jesus foi crucificado e também é considerado um dia de azar. Somando o dia da semana de azar (sexta) com o número de azar (13) tem-se pela tradição, o mais azarado dos dias.

Triscaidecafobia é um medo irracional e incomum do número 13. O medo específico da sexta-feira 13 (fobia) é chamado de parascavedecatriafobia ou frigatriscaidecafobia.

A superstição foi relatada em diversas culturas datadas antes de Cristo.

O número 13 tem sido mal interpretado desde há muito tempo.

Serviu de inspiração nos filmes do Sexta feira,13.

Em algumas culturas ele pode ter sido considerado número de sorte. Não há nenhuma evidência de que o 13 tenha sido considerado um número de azar pelas culturas antigas. Pelo contrário, muitos povos o consideravam um número sagrado. Para os egípcios, a vida era composta por 12 diferentes estágios para que o ser humano alcance o 13º, que era a vida eterna. Dessa forma, o número 13 foi assimilado com a morte, mas não com uma conotação negativa, mas como uma gloriosa transformação. Essa ligação com a morte permaneceu e foi distorcida por outras culturas que nutriam o medo da morte e não a viam como algo presente no destino de qualquer vida.

A evidência de que as culturas primitivas reverenciavam o 13 pode ser constatada por meio de vários vestígios arqueológicos, como a Vênus de Laussel, uma estatueta com mais de 27 mil anos encontrada na França, que carrega em suas mãos um chifre em forma de crescente lunar com 13 chanfros.

Existem histórias remontadas também pela mitologia nórdica. Na primeira delas, conta-se que houve um banquete e 12 deuses foram convidados. Loki, espírito do mal e da discórdia, apareceu sem ser chamado e armou uma briga que terminou com a morte de Balder, o favorito dos deuses. Há também quem acredite que convidar 13 pessoas para um jantar é uma desgraça, simplesmente porque os conjuntos de mesa são constituídos, regra geral, por 12 copos, 12 talheres e 12 pratos.

Segundo outra versão, a deusa do amor e da beleza era Friga (que deu origem a frigadag, sexta-feira). Quando as tribos nórdicas e alemãs se converteram ao cristianismo, Friga foi transformada em bruxa. Como vingança, ela passou a se reunir todas as sextas com outras 11 bruxas e o demônio, os 13 ficavam rogando pragas aos humanos. Da Escandinava a superstição espalhou-se pela Europa.

Com relação à sexta-feira, diversas culturas a consideram como dia de mau agouro:

Na tradição judaica o grande dilúvio aconteceu na sexta-feira.
A morte de Cristo aconteceu numa sexta-feira conhecida como Sexta-Feira da Paixão.
Marinheiros ingleses não gostam de zarpar seus navios à sexta-feira.
No cristianismo é relatado um evento de má sorte em 13 de Outubro de 1307, sexta-feira, quando a Ordem dos Templários foi declarada ilegal pelo rei Filipe IV de França. Os seus membros foram presos simultaneamente em todo o país e alguns torturados e, mais tarde, executados por heresia.

Outra possibilidade para esta crença está presente na ideia de que Jesus Cristo foi morto numa sexta-feira 13, embora o dia provavelmente tenha sido 1º de abril. Uma vez que a Páscoa judaica é celebrada no dia 14 do mês de Nissan, este tendo sido o dia da morte de Jesus Cristo de acordo com o calendário hebraico, a morte de Jesus varia de acordo com esse calendário podendo variar de ano e ano sempre estando entre os meses de março ou abril.

Recorde-se ainda que na Santa Ceia sentaram-se à mesa treze pessoas, sendo que duas delas, Jesus e Judas Iscariotes, apesar do último não ter participado de toda a celebração, morreram em seguida, por mortes trágicas. Jesus executado no madeiro e Judas por suicídio. O número 13 costumava ser considerado uma ligação com Deus, daí a quantidade de membros presentes na Santa Ceia.

Note-se também que, no Tarô, a carta de número 13 representa a Morte.

Fonte: Wikipédia

Vinagre para a limpeza

Que o vinagre serve pra temperar a comida todo mundo sabe. Mas você sabia que o vinagre branco de álcool também tem utilidades domésticas?

Pode-se utilizar o vinagre como alternativa para limpeza e manutenção em diversas atividades da casa. Além da facilidade, pesa pouco no bolso por ser um produto acessível a todo tipo de orçamento.
Veja alguns exemplos:

1 – Para retirar cheiro de mofo

O mofo é causado por fungos que se proliferam em ambientes quentes e úmidos. Ele pode ter origem em armários localizados em ambientes com pouca ventilação e iluminação e pode transferir para os pertences o odor característico. Para acabar com esse cheiro, esvazie o armário, deixe uma bacia com vinagre branco por uma noite e passe o pano úmido no seu interior no dia seguinte. Espere secar para só depois colocar os objetos e roupas de volta.

2 – Para retirar manchas amareladas

Roupas, roupas de cama e banho e panos de prato guardados em armários úmidos acabam ficando com um tom meio amarelado e um cheiro característico, com o passar do tempo. Estas características não saem com lavagens simples e dão uma impressão de que as peças estão mal cuidadas. Para resolver, misture em um borrifador a mesma quantidade de água e vinagre e espirre sobre as manchas antes de colocar a peça para lavar.

3 – Para retirar manchas de suor

Faça uma pasta de vinagre branco e bicarbonato de sódio e esfregue a região, geralmente colarinhos e axilas, com essa solução. Deixe agir por cerca de15 minutos e lave toda a peça como de costume.

4 – Para retirar manchas secas de café

É bem simples porque basta esfregar a área com vinagre branco e esperar agir por um tempo entre 5 e 10 minutos. Depois é só lavar a peça.

5 – Para remover sujeira de rejuntes no banheiro

Os rejuntes do banheiro acumulam, naturalmente, mofo por conta do vapor do chuveiro. Mas a solução é simples: pegue uma escova de dentes velha e, com ela, aplique uma boa quantidade de vinagre puro. Basta deixar agir por duas horas e lavar com água e sabão.

6 – Para remover sujeira de panelas

Se algum alimento ficou grudado na parte interna, lave para tirar o excesso e depois coloque a panela no fogo com quatro colheres de vinagre. Deixe ferver, espere esfriar e lave novamente.

7 – Para desengordurar o fogão

A gordura teima e demora para sair depois de fazer frituras, até mesmo quando quando passa detergente. Retire o excesso com papel absorvente, deixe um pouco de vinagre sobre a área do fogão e também na frigideira por 15 minutos antes de começar a limpeza. Só então esfregue com um sabão neutro e uma esponja não abrasiva.

8 – Para eliminar odor de urina de pet pela casa

O vinagre puro pode servir como um santo removedor. Mas não se esqueça que o vinagre deve ser sempre o branco. Use um papel toalha para secar o local, limpe o lugar com um pano embebido em uma solução com dois terços de água morna e um terço de vinagre. Aplique um pouco do produto puro sobre a área para finalizar e deixe secar naturalmente. Uma dica é usar sempre panos de limpeza para seu pet separados dos panos de limpeza do resto da casa.

9 – Para eliminar o odor forte dos ralos

Os principais responsáveis pelo odor são água parada, gordura e o acúmulo de sujeira. Para eliminar o mau cheiro, existe uma mistura poderosa: um quarto de xícara de chá de bicarbonato de sódio e meia xícara de chá de vinagre branco. Cubra o ralo e deixe agir por alguns minutos. Depois é só enxaguar com muita água quente.

10 – Para espantar as formigas com vinagre

A gente sabe como elas podem ser bem irritantes. Para não precisar se estressar com elas, use spray de vinagre puro nos batentes de portas e janelas e na pia da cozinha. Aliás, use em qualquer lugar onde as formigas gostem de aparecer! Acredite, elas vão evitar passar por ali.

11 – Para limpar o microondas com vinagre

Para limpar o microondas, misture em uma vasilha 2 colheres (sopa) de vinagre e uma xícara de água. Aqueça por 3 a 5 minutos, e mantenha fechado por mais 5 minutos. Além de tirar o mau cheiro vai facilitar a limpeza de restos grudados nas suas paredes.

Vamos utilizar mais o vinagre!

Plogging

Criado na Suécia, o plogging, esporte em que as pessoas correm e recolhem o lixo do chão.  Esta prática de exercício está  ganhando cada vez mais adeptos mundo a fora.

O nome plogging vem da junção das palavras plocka upp que em sueco significa pegar lixo e jogging, como é chamada a corrida recreativa em inglês.

Quem pratica caminhadas ou corridas ao ar livre sabe que é encontrado muito lixo espalhado. Podemos nos pegar pensado “seria tão bom ter uma forma de recolher o lixo e praticar corrida…” Isso já existe. Conheça o plogging, nova modalidade de corrida ecológica.

Tudo o que você precisa é de uma sacola para recolher os resíduos, tênis de corrida, uma roupa confortável e luvas se não quiser tocar no lixo.

Praticamente todo mundo sabe da importância para o planeta e para a saúde de não acumular lixo nas ruas. Evita enchentes, problemas de saúde, proliferação de insetos, ratos etc. Além disso, o plogging traz inúmeras vantagens para seus praticantes.

Um treino de corrida não pode ser  substituído pela prática de plogging. Segundo o app sueco Lifesum, que incorporou o plogging às modalidades inclusas, 30 minutos de plogging queima 288 calorias enquanto uma corrida queimaria cerca de 235 e uma caminhada por volta de 120. Diferentemente de um treino de corrida comum, o plogging soma corrida há um treino intervalado com outros exercícios específicos para pernas (devido aos agachamentos para recolher os dejetos), alongamentos, treino de braço para carregar os pesos e impulso para voltar à correr. Claro que sempre tomando os devidos cuidados com o peso excessivos das sacolas e com se exercitar da forma correta, para que a prática tão abrangente não se torne maléfica.

Alguns adeptos do plogging ainda usam uma tática que aumenta a intensidade da atividade física e seu gasto calórico. Em determinados momentos do exercício, eles correm na maior velocidade possível até encontrar um lixo no chão. Aí, dão uma pausa, o recolhem e voltam a acelerar até a próxima sujeira.

Outra vantagem é que o plogging ajuda a fortalecer o abdome. Motivo: carregar o lixo em uma das mãos gera um desequilíbrio no corpo e obriga os músculos do core (centro de equilíbrio do corpo) a trabalharem para manter o tronco estabilizado durante as passadas.

Não foram encontrados registros de pessoas que fazem o plogging em nosso país, mas é provável que já existam adeptos. De qualquer forma, devido à grande quantidade de lixo jogado nas ruas por aqui, especialmente em grandes cidades, praticar a modalidade no Brasil deve ser desafiador. Ou seja, o atleta vai acabar fazendo mais plocka upp do que jogging.